Uncharted vale o hype? Crítica sem spoiler

- Advertisement -

Série coreana em uma escola comum, assim temos um dorama comum correto? Não, a nova trama da Netflix acompanha um surto de apocalipse zumbi após uma aluna ser mordida por um rato com um vírus mortal. Mas a final de contas Uncharted vale o hype?

Critica Hypando
Nota do Publico
[Total: 0 Average: 0]

Confira a sinopse e o trailer da série:

Nathan Drake e seu parceiro canastrão Victor “Sully” Sullivan embarcam em uma perigosa busca para encontrar o maior tesouro jamais encontrado. Enquanto isso, eles também rastreiam pistas que podem levar ao irmão perdido de Nathan”

Elenco principal:

Willian Silva: ⭐⭐⭐✰✰

Uncharted fora do mapa é o mais novo filme do Tom Holland e mais uma adaptação de games que em minha visão deu certo e ao mesmo tempo teve seus erros.

O filme não é ruim de se assistir, passando na TV aberta eu assistiria… E vamos dizer que um dos motivos é ter o Tom Holland.

A trama de aventura é divertida de se ver e para as pessoas que estão preocupadas se vão entender, o longa funciona tanto para quem joga, tanto para quem não joga.

É um filme que tem boa fotografia, paisagens boas e coreografia melhor ainda, sem contar que dá para sentir o vínculo entre os atores.

Mas como nem tudo são flores eu ainda posso apontar um dos erros que pelo menos me incomodaram, pode não ser erro mas pra mim não funcionou.

Acho que poderia ter engatinhando um pouco mais devagar, meio que eles nos forçam a aceita 5 minutos introdução do filme e depois já vai para aventura sabe? Eu queria que tivesse mais uma explicação pelo menos.

E outra coisa que teve uns efeitos muito exagerados de vez em quando… Em vez de trazer aquilo um pouco mais para realidade eu senti surreal, algumas coisas ali que se acontecerem na realidade ia ser totalmente diferente…

Claro não é algo que estraga o filme, mas em minha opinião eles deveriam ter trazido ele mais para realidade.

E para finalizar podemos até falar um pouquinho do Tom Holland, eu achei que ele traria uma atuação bem diferenciada mas o que a gente vê ali é o mesmo Tom de sempre, eu não vi o Natan e sim eu vi o Tom… Claro não estraga o filme mas ainda assim é como se ele tivesse fazendo ele mesmo e não o personagem.

Para mim é bom, não é ruim nem excelente é apenas bom.

Onixx Primes: ⭐⭐⭐✰✰

É comum que os filmes de aventura comecem com uma sequência de ação espalhafatosa, mas na maioria das vezes, temos espetáculo por espetáculo. É muito cedo para nos importarmos com o que está acontecendo antes de sabermos por que está acontecendo. Mas esta abertura é tão visceral – este é um lugar que todos nós visitamos em nossos pesadelos – que nosso investimento é instantâneo. O início de “Uncharted” é tão eficaz quanto se pode imaginar.

O que se segue apenas se baseia na situação, até que a sequência é abruptamente interrompida por um flashback. Isso geralmente também não funciona bem: aqui estávamos nos divertindo, e agora estamos sendo empurrados de volta para a parte chata da história. Mas não, não desta vez. “Uncharted” tira o pé do acelerador, mas a adaptação do videogame não perde velocidade. Continua interessante.

Holland – que está começando a parecer que pode interpretar qualquer coisa – é Nathan, um órfão que vive de sua inteligência quando adulto. Seu único parente próximo é seu irmão, mas ele não o vê há anos. E então, um dia, ele conhece Victor ( Mark Wahlberg ), que o recruta para ajudar a encontrar o tesouro perdido de Fernão de Magalhães.

Este tesouro perdido está em ouro, e há uma tonelada dele. Ao longo do filme, Nathan e Victor fazem o possível para encontrá-lo, mas observe isso: em nenhum momento eles têm um plano de como realizá-lo. Isso parece ser um descuido.

Nathan e Victor seguem uma série de pistas ridículas que aparentemente não fazem sentido, cada uma exigindo algum salto intuitivo improvável que invariavelmente acaba dando certo. Esta tem sido a fórmula para muitas aventuras medíocres, então por que a fórmula funciona tão bem desta vez?

É difícil dizer, mas “Uncharted” foi dirigido por Ruben Fleischer, que fez “Zombieland: Double Tap” e o primeiro “Venom” – dois outros filmes de gênero que se saíram um pouco melhor do que deveriam.

“Uncharted” se beneficia da combinação da energia luminosa de Holland e da energia escura de Wahlberg, da qualidade de livro aberto de Holland e da maneira de Wahlberg de tornar seus olhos opacos. Wahlberg tem um jeito engraçado de fazer você querer confiar nele e não confiar nele.

O filme ainda se beneficia de Antonio Banderas, como o principal concorrente do tesouro. Ele é o bilionário de sangue frio descendente da nobre família espanhola que financiou Magellan – quem mais além de Banderas você interpretaria alguém assim?

Há também dois papéis de mulheres fortes – interpretadas por Sophia Ali e Tati Gabrielle, nascida em São Francisco – cada uma completamente má, pronta para fazer qualquer coisa para conseguir esse ouro.

Escusado será dizer que “Uncharted” eventualmente acaba de volta ao céu, com Holland abrindo os olhos para se encontrar em um pesadelo da vida real. No entanto, de alguma forma, o filme consegue superar isso.

“Uncharted” não é um clássico, mas para um filme de ação que sai no marasmo de fevereiro, é praticamente “Cidadão Kane”.

E você, o que achou da filme? Uncharted vale o hype? Vote e comente abaixo!

Critica Hypando
Nota do Publico
[Total: 0 Average: 0]

Você pode Hypar...
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
3,857SeguidoresSeguir
412SeguidoresSeguir
64InscritosInscrever

Excelsior!

- Advertisement -

Em alta

Vale o Hype?

Furiosa vale o hype? Crítica com spoilers do filme

A jovem Furiosa cai nas mãos de uma grande horda de motoqueiros liderada pelo senhor da guerra Dementus. A final de contas, Furiosa: Uma...

Todo mundo tá lendo

A razão pela qual “Alquimia das Almas” mudou de atriz foi revelada

A verdade sobre Jin Bu-yeon (Go Yoon-jung) três anos atrás foi revelada no drama 'Alquimia das Almas: Luz e Sombra', que foi ao ar...