Sony ‘paga demais’ pela Bungie, desenvolvedora de Destiny 2, diz analista

- Advertisement -

 

Não há como negar que janeiro de 2022 já foi um grande mês para o game, e o ano mal começou. Os jogadores tiveram espaço suficiente para respirar, após a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft, quando a Sony anunciou que estava adquirindo a Bungie, desenvolvedora de Destiny 2 , por impressionantes US $ 3,6 bilhões. Isso ainda empalidece em comparação com o acordo da Microsoft para a Activision Blizzard, mas ainda é um movimento bastante forte por parte da Sony.

Dito isto, não há correlação real entre as duas compras. Alguns acreditam que a aquisição da Bungie foi feita em resposta ao acordo da ABK, mas como esses acordos levam meses (se não anos) para serem estabelecidos, isso não é nem de longe preciso. Isso não significa que a Sony não esteja respondendo às mudanças na indústria, no entanto, e o analista da indústria de jogos Michael Pachter acha que pagou demais “por desespero”.

Pachter é analista da WedBush Securities, muitas vezes comentando vários detalhes sobre a indústria de jogos. Claro, Pachter também fez algumas ligações ruins, como quando sugeriu que The Elder Scrolls 6 seria lançado em 2019. No entanto, em uma discussão com o Yahoo! Finanças, Pachter diz que o acordo foi essencialmente uma declaração “eu também” da Sony, indicando que não seria deixado para trás.

Pachter compara esta aquisição da Bungie pela Sony com a aquisição da Respawn pela EA há alguns anos. Como ele descreve, a EA comprou a Respawn por US$ 700 milhões, que na época empregava cerca de 400 desenvolvedores. A Respawn, neste acordo, também gerou cerca de US$ 700 milhões por ano em receita. Em contraste, a Bungie fatura grosseiramente US$ 200 milhões. “Então, acho que a Sony pagou em excesso”, diz Pachter.

A análise de Pachter, nesse contexto, pode fazer sentido, mas a Sony provavelmente não teria investido tanto se não acreditasse que a Bungie valia a pena. Além da receita gerada agora, a Bungie também tem muito no horizonte que essa aquisição pela Sony acelera, conforme indicado nas revelações em torno desta aquisição. A Sony também pretende lançar jogos de serviço mais ao vivo , e é provável que se apoie na experiência da Bungie na área. Os jogos da Bungie também permanecerão multiplataforma, mas se isso for suficiente para realmente justificar o preço de compra da Sony, ainda não se sabe.

Por fim, Pachter conclui que essa aquisição em particular “não é realmente um acordo que faça muito sentido para mim”. Mas, como em todas as aquisições de desenvolvedores de videogames, é difícil ver o impacto a longo prazo de tais escolhas. O que acontece com a Bungie e a Activision Blizzard , e para onde essas empresas vão nos próximos 5 a 10 anos, permanece no ar.

No entanto, também é provável que ainda mais negócios sejam feitos, já que alguns, como Geoff Keighley, ouviram que vários acordos estão atualmente em negociações finais , enquanto a própria Sony admitiu que adquirirá mais empresas no futuro. A partir de agora, parece uma questão de quando e, talvez mais importante, quais empresas.

Fonte: VGC

 

Você pode Hypar...
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
3,878SeguidoresSeguir
412SeguidoresSeguir
63InscritosInscrever

Excelsior!

- Advertisement -

Em alta

Vale o Hype?

Rebel Moon 2 vale o hype? Crítica com spoilers do filme

Os rebeldes se preparam para lutar contra as forças implacáveis do Mundo-Mãe, forjando laços entre si enquanto heróis emergem e lendas nascem. A final...

Todo mundo tá lendo

A razão pela qual “Alquimia das Almas” mudou de atriz foi revelada

A verdade sobre Jin Bu-yeon (Go Yoon-jung) três anos atrás foi revelada no drama 'Alquimia das Almas: Luz e Sombra', que foi ao ar...